O som da vida não pode passar despercebido.

Notícias

O som da vida não pode passar despercebido.

15 Fevereiro 2017 |

Estamos ligados. Cada vez mais as pessoas se envolvem, se relacionam e estão conectadas. A tecnologia ajudou no que já é natural do ser humano: querer estar ao “lado” de alguém que se gosta, de conhecer coisas novas e principalmente, de se relacionar. Hoje o mundo tecnológico e globalizado cabe na palma da mão e permite que eu e você façamos parte desta grande comunidade em busca de conhecimento, troca, experiências e amor.

 

As barreiras diminuíram e possibilitaram uma mãe se conectar com a filha que não vê há meses, rir e chorar, vendo o rosto tão familiar e amável por uma tela de retina. Portadores de necessidades especiais podem virar campeões e trazer no peito uma medalha de ouro. Adolescentes que se sentiam excluídos, passam a enxergar o mundo a sua volta como ele é, sem embaçados, sem limites, apenas utilizando um óculos.

 

A tecnologia veio para somar, para dar qualidade de vida. O que antes era complicado e custoso, agora é possível. O aparelho auditivo é um desses processos. Do bebê, que passa a ouvir a primeira cantiga cantada pela mãe ou o primeiro latido do cachorro da família ao adulto que já não ouve com a mesma nitidez de outrora.

 

Estudos são realizados todos os anos, o tempo todo, com profissionais cada vez mais especializados e preocupados, para que aparelhos auditivos sejam desenvolvidos de forma a adaptar-se às necessidades, exigências médicas e considerações pessoais de cada um.

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde estimam-se que 258 milhões de pessoas apresentam zumbido e/ou perda de audição que pode ocorrer por diversos fatores e em qualquer idade. Entretanto, isso não é um problema para aqueles que entendem e usufruem da tecnologia com o uso do aparelho auditivo. O som da vida já não passa mais despercebido. Pelo o contrário: ouvem a risada do bebê, a música ao violão do artista de rua, a chuva que começou a cair lá fora e o telefone tocando para lhes trazer uma boa notícia, que agora, pode ser ouvida e entendida.

 

Não se trata apenas do virtual, do 4G, da Internet, da computação e da robótica, mas da conexão interpessoal que tudo isso possibilita. Graças à tecnologia estamos todos ligados uns nos outros, sem fronteiras e sem limites. A tecnologia é uma conexão com a vida real. Viva-a, agora!