Dia Mundial da Audição: precisamos falar sobre este assunto.

Notícias

Dia Mundial da Audição: precisamos falar sobre este assunto.

03 Março 2017 |

Ouvir o vento, as árvores, as pessoas, a rua, o mundo, é essencial. Sentir nosso universo pelos ouvidos é uma experiência única, diferente e especial. Através da audição conseguimos uma compreensão global mais ampla e delicada, é através dela que pequenas coisas tornam-se tão especiais, que música nos tocam, a natureza nos encantam e as palavras nos aconchegam.

 

O dia mundial da audição tem a intenção de incentivar o maior cuidado das pessoas com esta parte tão importante na nossa vida, mas que, como já faz parte do cotidiano, acaba passando despercebida por diversas vezes.

 

03 de março foi eleito, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o dia em que se comemora a audição e se estimula o debate sobre questões de saúde auditiva. Segundo a OMS (2016) cerca de 360 milhões de pessoas vivem com a perda auditiva incapacitante, isto corresponde a cerca de 5% da população global e se nenhuma providência for tomada, o número pode ser permanente ou pior: aumentar.

 

Falar sobre a perda auditiva é discutir e esclarecer dúvidas, informar sobre a importância da mesma e principalmente quebrar preconceitos. Poucos sabem do quão necessário é buscar um profissional ao detectar incômodos na audição. Ainda hoje, inclusive, muita gente se constrange ao assumir dependente do aparelho auditivo, entretanto o artefato é só mais um bem tecnológico que veio para somar. O aparelho nada mais é do que um utensílio discreto, que pretende ajudar na sua qualidade de vida. Vergonha é não procurar resolver seu problema. Usar um óculos de grau, aparelho dental ou mesmo o aparelho auditivo é só um método de melhorar algo que não anda muito bem.

 

Fique bem! Ao identificar qualquer dificuldade auditiva, é importante que busque um profissional da área, se consulte, se informe, tome providências. Alguns problemas podem ser resolvidos facilmente, outros são irreversíveis, mas o mais importante é garantir que não deixará de ouvir o que há ao seu redor, o que há lá fora, o que há em suas memórias e o que há dentro de si. Garanta sua voz, dentro de seus ouvidos, ecoando com clareza, compreendida sem demora, captada com o ouvido e coração.