Pare e reflita: Como está a saúde do seu corpo?

Notícias

Pare e reflita: Como está a saúde do seu corpo?

21 Setembro 2017 |

Você já parou para se observar hoje? Você sabia que nosso corpo é um organismo todo interligado e que mais fatores do que podemos imaginar estão relacionados com a nossa audição? O que comemos, nossa saúde cardiovascular, psicológica e claro, a exposição a ruídos, tudo isso pode estar prejudicando nossos ouvidos e, consequentemente, levando a outros problemas de saúde ou nos indicando que algo não está certo com nosso corpo.

Perda da capacidade de ouvir, zumbido e labirintite são problemas que afetam muito a nossa qualidade de vida. Ouvir mal afeta a nossa comunicação e rendimento diário. Já o Zumbido provoca distúrbios do sono e irritação. A labirintite causa tonturas e dificuldades para executar tarefas.

Vale lembrar da importância da prevenção, pois uma vez que a célula sensorial que capta o som é destruída, o processo é irreversível. Então, é fundamental ficar atento, manter uma boa saúde e buscar ajuda assim que perceber alguma alteração. Conheça alguns fatores que devemos prestar atenção para evitar problemas auditivos e manter a nossa qualidade de vida.

 

Alimentação

O alimento influencia em todo o funcionamento do corpo e os ouvidos não ficam de fora. Açúcar em excesso provoca um desequilíbrios nos tecidos do ouvido. Cafeína, tabaco e álcool possuem substâncias que bloqueiam a irrigação da região auditiva, levando a morte de células e potencializando os problemas no ouvido e o aparecimento de zumbidos. Para manter a irrigação adequada, é preciso beber bastante água.

Outro fator relacionado à alimentação é o jejum em excesso. Mais de três horas sem comer pode dar a sensação de pressão nas orelhas e tontura. As vitaminas C, E, A e potássio são fundamentais para a boa saúde da audição (e do corpo como um todo).

 

Depressão

A depressão causa uma alteração nos níveis dos neurotransmissores responsáveis pela audição. Muitas pessoas com zumbido sofrem de depressão e o contrário também é válido: depressão causada pelo zumbido. Seja qual for a causa-efeito é fundamental realizar o tratamento para a saúde mental e para o zumbido. Isso, com certeza, retornará a qualidade de vida.

 

Doenças cardiovasculares

Pessoas com hipertensão ou arteriosclerose devem ter atenção redobrada à saúde auditiva, pois a pressão arterial prejudica a irrigação dos vasos sanguíneos do ouvido. Quem não possui estes problemas deve prestar atenção a alimentação e praticar atividades físicas para evitar o aumento da pressão.

 

Dores musculares no pescoço

Você costuma sentir dores na região do pescoço? Muitas pessoas relatam este problema por conta de tensão ou ansiedade e essas dores fazem o corpo liberar substâncias estimulantes para atenuar o problema. Essas substâncias acabam por estimular excessivamente as vias auditivas levando ao zumbido. Massagens e tratamentos psicológicos para lidar com a tensão e a ansiedade são as formas de tratamento para evitar ter o problema e afetar os ouvidos.

 

Conclusão:

Todo o nosso corpo está interligado, então é fundamental mantermos uma dieta equilibrada, com nutriente e vitaminas, fazer check-ups anuais no médico para saber como anda a nossa saúde e não ignorar a qualidade da nossa saúde mental. Se pararmos para nos observar alguns momentos por dia, podemos nos perguntar o que tem nos incomodado e tomar uma atitude para mudar. Assim, a nossa saúde melhora, nossa qualidade de vida também e todos seremos mais felizes. Que tal começar agora?